No último dia 04/10/17, após visita em ocupação do bandejão da UERJ, o SINERJ se colocou à disposição para contribuir com a luta. Para tal, esta Entidade se propôs a levar ajuda técnica para a cozinha, visando a melhoria da preparação das refeições servidas no bandejão. Então, no dia 09/10/17, foi feita a segunda visita, contando, desta vez, com a ajuda de uma integrante do Núcleo Sindical Itaboraí que contribuiu com seu conhecimento técnico em na área de Produção de Alimentos.

 

 

 

 

 

 

 

Na próxima semana, será feito um treinamento com os responsáveis pela cozinha e distribuído material informativo para autonomia destes durante a ocupação.

Nós do Sindicato,entendemos que esta é uma luta extremamente necessária frente aos ataques à UERJ pelos (des) governos de Cabral e Pezão, com o abandono total da Universidade e o fechamento há mais de um ano do bandejão. Mas esta é uma luta ativa, uma luta com propósito a favor da população, uma greve de ocupação!

 

 

 

 

 

 

 

Desde a retomada do que é do povo por direito, a ocupação têm nos mostrado de maneira exemplar que é possível produzir refeições de qualidade, com baixo custo e com o papel social que uma Universidade Pública deve cumprir: servir ao povo!

Todo o desmonte sofrido pela UERJ é uma clara tentativa do Governo de legitimar e acelerar o processo de privatização da Universidade. No entanto, a ocupação do bandejão é a materialização da desconstrução do discurso hegemônico na prática!

 

 

Todo apoio aos companheiros que lutam por um ensino público, universal e de qualidade!